Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Sexta-feira, 26 de Novembro, 2010

Imaginem a véspera de Natal (ou o dia) e aquela altura de abrir AQUELE presente. O tal. O que ansiamos e desejamos há imenso tempo. Estão a ver o filme? Hoje dei largas à minha veia consumista. E satisfiz um desejo que já tem uns aninhos. Naturalmente estou, neste momento, qual miúdo de 5 anos a aproveitá-lo. E sim, não foi mera casualidade eu ter referido rapaz e não rapariga... a minha veia maria-rapaz (volta na volta regressa) está a vibrar e a delirar. E do que se trata, afinal? De um antro de perdição e que me deixará, durante alguns dias (isto é... quando o trabalho e a agenda social deixar), agarradinha a ele, ou a ela. É nada mais, nada menos do que uma consola de jogos. Ah que vai ser tão bom entregar-me à jogatana. E, creio, será já amanhã, durante todó dia. E só não é hoje à "note" também porque, lá está, temos os compromissos sociais a atender.

A sério que pareço um miúdo de 4 ou 5 anos e que desembrulhou, agora, o seu presente há muito desejado ;)

publicado por K às 19:21

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)