Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Sexta-feira, 29 de Outubro, 2010

Detesto ineficácia, seja de que tipo for. Há muito que me ensinaram e tento cumprir. Se temos de fazer algo, mais vale executar bem logo à primeira. Mas isto sou eu - e o meu mau feitio.

Fui contactada esta semana pelo meu novo gestor do banco (onde tenho o meu crédito à habitação), para se apresentar. Como tenho mau feitio e desde Novembro de 2008 que tenho assuntos para resolver com os "muninos", nem o deixei terminar a apresentação. Fui logo apresentando as minhas queixas. Desde Novembro de 2008, acreditam? Eu também não! Nem como o tempo voa. Eu achava que era desde Novembro de 2009. Mas Cronos voltou a fazer das dele. Qual não é o meu espanto quando me informa que não só o que eu vinha solicitando desde essa altura (e outras coisas que entretanto descobri) ainda não foi feito como, o que eu pensava já estar resolvido... afinal, não está. Loucos. Estão todos loucos.

O tipo não teve ter percebido bem o quão chateada eu estava. Porque depois de me ter informado que, contrariamente ao que eu esperava, nada tinha sido efectuado ainda tentou vender-me uma promoção. A sério. Supostamente, se eu arranjasse alguém (tipo novo cliente) ganhava não-sei-quantas noites num hotel de cinco estrelas. Doido. Está tudo doido. Claro que levou, na hora, e tudo de forma absolutamente educada - às tantas o problema é esse mesmo, não percebem (porque são burros) quando eu estou irritada - com a resposta à altura. Qualquer coisa do tipo: "Se calhar eu não fui explícita o suficiente. Mas, por tudo o que vocês AINDA não fizeram, depois de todo este tempo; a somar ao que eu acabei de descobrir, eu serei a última pessoa a recomendar, positivamente, os vossos serviços.". E o caramelo não tem dois dedos de testa para perceber isto, antes sequer de me informar da dita promoção. Façam o trabalho direitinho e deixem as promoções para os supermercados. Doido. Está tudo doido. Ah e ainda queria que eu contactasse o meu ex-marido a solicitar não-sei-o-quê. Não me faltava mais nada. Eles é que fazem a porcaria e eu agora é que ía limpar? Não, meus caros, nem pensar. Eu pago demasiadas comissões e coisas que tais. Trabalhem que só vos faz bem.

Já apresentei, por escrito (como vinha a fazer com a anterior gestora) a minha reclamação. Como vou estar fora uns dias, vou dar-lhe hipótese de resolver a questão. Senão, temo, tenho de começar a subir na hieraquia. Isto já foi longe demais. E a minha paciência esgotou. Temos pena. Doido, está tudo doido. Até podia ser do mau tempo. Mas na passada 4ª Feira esteve um dia lindo de sol.

tags:
publicado por K às 13:40

Chiça. ...K não a fazia assim!!! Pensava que era mais do tipo Bommmm diaaaaaaaa ", mas quando se irrita é a valer......Á outra coisa, é uma VERGONHA com tanto desempregado luso que por aí anda, contratarem um grego para tomar conta do nosso dinheiro. E ainda por mais o tal do Cronos matou o pai (li no Pasquim da Manhã)...
Mas qual é o seu banco afinal? BPN , querem ver....ou é a Caixa Agricola...?
Sabe a K que durante um certo tempo guardei a minha "mesada", em casa, num copinho de vidro? Na altura em que diziam que os bancos iam falir.....e cabia lá todo o magano, num copinho de vidro...e passava horas da meu dia a olhar o maldito copinho de vidro, ao mesmo tempo que dizia-"Para te comprarem é preciso tãaaaaaaaao pouco"
O a 29 de Outubro de 2010 às 16:27

:D
eu tenho mesmo muito mau feitio. ;)
K a 30 de Outubro de 2010 às 17:09


mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)