Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Sábado, 23 de Outubro, 2010

Há já alguns dias que tinha avisado que agora o estágio era outro, após o dos U2. E, para algo bastante diferente da banda irlandesa, aqui fica este canadiano que aprecio bastante - e não é de hoje, nem de há poucos meses atrás (basta procurar aqui no estaminé. Não façam isso que ainda se perdem com tanto devaneio e disparate), mas para que não tenham dúvidas, podem verificar aqui, ou neste, ou ali, ou quem sabe acolá.
Quando se gosta, gosta-se e pronto. Não é preciso justificar. Nada. E quanto mais se diz, menos perto estamos de conseguir transmitir o que nos vai na alma e as razões apontadas parecem, quase sempre, demasiado curtas para justificar o que não é preciso.
Hoje fica esta, porque é uma das minhas preferidas e, de certa forma, combina com o meu estado de espírito dos últimos dias: preciso voltar para casa, para aquele lugar onde estamos bem, independentemente de tudo o resto, no matter what, Para esse lugar onde as dúvidas dão lugar a certezas e a nossa confiança é redobrada. Onde carregamos baterias. Onde se pode fazer tudo (inclusive os maiores disparates) e nada. Casa. É para lá que estou a ir.

Michal Bublé - Home

E faltam poucos dias para nos vermos, ao vivo e a cores.
publicado por K às 20:02

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)