Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Segunda-feira, 11 de Outubro, 2010

Muito honestamente, creio que estou a perder a paciência. E olha que não é fácil isso suceder, mas estás, mesmo, a esticar muito a tua corda. Demais até. Acaso amanhã, efectivamente, resolvas baldar-te ao belo do "pugrama", creio, será o princípio do fim. Já não tenho idade, nem pachorra, para uma série de coisas. As minhas dúvidas mantêm-se e tu não ajudas nada a dissipá-las, bem pelo contrário. Fico ainda mais embrenhada nesta encruzilhada e sem saber muito bem qual o caminho que devo tomar. Não tenho sinal de GPS. O sol está completamente ausente. Não sei como me orientar. Não tarda vai cair a noite. Vai ficar frio e não trouxe mantimentos.

Depois penso que tudo isto não passa de um sonho. Um pesadelo. Não tarda vou acordar e entender que estou a fazer uma tempestade num copo de água. Oh vida!

publicado por K às 19:28

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)