Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Domingo, 10 de Outubro, 2010

[Atenção que este "post" pode ter "spoilers"]

Fui na passada 6ª Feira ver o filme. O livro li-o há dois anos, bem, para dizer a verdade, devorei-o (assim como este). E provavelmente pela fase que enfrentava e tendo-me identificado com tanta coisa, mesmo sem ter saído de Lisboa, senti que aquela história tinha muito de mim.

Gostei do filme, disso não tenho dúvida e para quem aprecia o género recomendo, mesmo. Também sei que é sempre difícil um filme conseguir passar, naqueles minutos tão condensados, as sensações que um livro que nos acompanha (por vezes durante vários dias). No geral, está tudo lá, talvez o mais importante, não duvido. Mas, para mim, há uma ou outra passagem que talvez não fizesse mal ter sido adaptada. Para quem não leu, há alguns detalhes que escapam - azareco: vão ler o livro! - e que estão lá inseridos de forma muito subtil. Não vou dizer que foi a melhor adaptação que já vi - porque, efectivamente, não o é - também está longe de ser a pior, mesmo. Mas... falta ali qualquer coisa. E nem consigo dizer-vos bem o quê. Mas falta. Continuo a dizer que, para quem gosta, é um bom filme e pode por-nos a pensar numa série de coisas. Ainda para mais se nos lembrarmos que é uma história verídica.

Agora, alguém me explique, por favor, o que é que a Julia Roberts fez à boca? O que é aquilo? E é definitivo?

Ah e eu teria escolhido outro actor para o personagem do brasileiro, o Felipe. Lamento (gostos não se discutem), mas o Javier Bardem não faz o meu género - e por isso que também acho que ele e a Penélope fazem um óptimo par (sou tão má!).

 

A banda sonora, por seu turno, é fabulosa. Aqui fica um gostinho:

 

 

(Eddie Vedder  no seu melhor... what else is knew?)

Não é um dos filmes da minha vida, mas recomendo. "Idem, idem" ver.

publicado por K às 16:44

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)