Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Terça-feira, 21 de Setembro, 2010

Adoro que as mini-discussões com a minha mãe dêem em nada. Isto é, não ficamos, zangadas, amuadas, chateadas, uma com a outra, nem nada disso. Dependendo do teor da coisa, uma até poderá ficar magoada - é a vida! apesar de ser muito, muito raro - mas, depois (geralmente só depois porque eu tenho muito mau feitio), conseguimos falar sobre o assunto, normalmente envolve eu pedir desculpas, explicar o meu ponto de vista, etc. e tal. Mas e creio que é um dos segredos por ela e eu nos darmos tão bem, nunca passa nada. Ou seja, até poderemos sair magoadas, se preciso for, dois minutos depois já está tudo bem.

Isso e o alívio de saber que o exame que ela veio fazer correu bem - é daqueles complicadotes - e que, felizmente, à partida, o dito cujo maldito do cancro não está a alastrar (ao que parece, mas ainda vai fazer na próxima sexta-feira mais dois exames complementares), são tudo boas notícias que ajudam, ainda mais, a alegrar o meu dia.

E que diferença este dia está a ser de ontem! Nem imaginam. Agora, vou ali afinar a voz. Não, não vou cantar, descansem, vou andar a pregar o resto da tarde. Vamos a ver se a plateia aprecia. Vidas!

tags: ,
publicado por K às 13:04

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)