Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Segunda-feira, 20 de Setembro, 2010

Agora apetecia-me não ter (mais) trabalho pela frente.
Apetecia-me que voltasse a ser fim-de-semana e eu a perder-me nos teus beijos.
Apetecia-me que este mau humor se fosse, de vez, para não mais voltar.
E já devo ter engordado uns dez quilos entre ontem e hoje. Dez será um exagero. Vá, uns oito e meio.
Será por ser 2ª Feira? Será do tempo? Do novo seleccionador nacional? Do antigo? Da federação? Do défice (hoje que ficamos a saber que cada minuto que passa continuamos a hipotecar o futuro - what else is new?!?)?

É num dia como o de hoje em que me dá uma vontade de sair para a rua (no sentido figurado, é certo), pronto, poderia ser só a criar um movimento no facebook ou coisa que valha, para deixarmos de ser o país do nacional porreirismo. Caramba! Assim não vamos a lado nenhum. Continuamos sempre a reclamar, mas não fazemos nada. Vede o que sucedeu com outro países: seremos nós daqui a um tempo, num futuro não muito distante. É num dia em que estou desta forma - e ninguém que me diga nada, hoje terei sempre razão, estamos entendidos? Ah e fora hoje, naturalmente, os outros dias também (nada de confusões) - que a minha veia mais reaccionária quase explode. Infelizmente, não fosse eu portuguesa, é um quase e ficamo-nos por aqui.

Apetecia-me...

publicado por K às 20:43

K, não a encontro nada reaccionária. Antes revolucionária, isso sim.
Assusta-me:)
O a 21 de Setembro de 2010 às 12:44

LOL!
K a 21 de Setembro de 2010 às 13:03


mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)