Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Segunda-feira, 20 de Setembro, 2010

Ando num stress incrível. No meio de tanto para acudir. Tudo profissionalmente, entenda-se. De tal forma que, de modo a tentar combater a ansiedade, ando a ver se devoro este mundo e o outro. E tudo o que seja "porcarias", essas então, desaparecem num abrir e fechar de olhos. O que vale é que estes ataques de gula costumam ir como vêm, num ápice. É o que me vale. E não deixam saudades nenhumas, acreditem.

Agora, enquanto dura este martírio - pareço uma máquina "sugadora" de tudo o que seja comestível e quanto maior o número de calorias e gorduras, mais elevada a vontade de ingerir, de repente, tudinho - acabo por ficar indisposta, o que não ajuda a controlar o nível de stress. Mas que nervos! Ou seja, o que se iniciou como um "escape" - de quê? não sei! e sei que não tem a menor lógica, mas eu sou mulher! Há certas coisas que o melhor é nem perguntar. É assim e pronto, não se fala mais nisso. - acaba por ser, também, fonte de problema.

Estou para aqui a rebolar, ou quase. Já almocei (e bem). Já lanchei. E agora ingeria mais umas tantas coisinhas que, assim do nada, consigo lembrar-me. Raios m'a partam!

publicado por K às 15:46

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)