Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quarta-feira, 15 de Setembro, 2010

Sabem quando há muito querem experimentar algo? E, seja pelos motivos mais variados vão, sucessivamente - e aparentemente sem razão aparente - adiando. Estão a ver ao que estou a referir-me? Pois. Foi hoje. E... a bem dizer... só me apetece dizer: por que raio esperaste tanto tempo, K?!?! Onde tinhas a cabeça?!?! Then again, é porque não tinha de ser. E, se calhar, não iria aproveitar e tirar partido como consegui... há um momento para tudo. Seja como for, "so far, so good". E sim, é para continuar, acho!

 

[adenda às 13:15 de dia 16.09.2010, sim, porque depois de ler o que tinha "postado" - palavra que não aprecio por aí além, mas a verdade é que estou com um tudo nada de pressa - percebi que não se entendia quase nada...]

O que eu ontem à noite de forma completamente atabalhoada - como aliás, é costume - tentei explicar foi que pela primeira vez, ontem, realizei, ou melhor, concretizei algo que há muito gostava de experimentar. Pois é! Foi ontem. E correu lindamente. E sim, até ver, é para continuar. E não entendo porque adiei tanto (o experimentar) - esta é, sem dúvida a parte em que me apetece esbofetear - mas isto com a idade vamos melhorando: não só deixamos de tar tanta importância ao "devias ter feito assim ou isto ou aquilo". Passamos muito mais a "estás a fazê-lo agora... certo? Para quê, então, recriminações? Não valem a pena.

Mas, afinal, que raio terá andando a K. a fazer? Não se apoquetem, não é nada "de mais". Mas, para já... reservo-me. É cá por coisas - tontisses, claro!

Outra coisa deveras interessante foi o facto de ontem, antes da tal "experiência" se me ter revelado uma série de coisas. Assim do nada. Ou parece que foi do nada... Fiquei com a ideia que alguém me tinha esbofeteado, à séria, agarrado nos dois ombros e abanado de tal forma que o meu (único) neurónio se viu forçado a somar dois mais dois e... chegar à belíssima conclusão que, hélàs, são quatros. Diria mesmo, essa conclusão foi de tal forma reveladora - assim ao nível, para quem acredita, do Moisés e os dez mandamentos, ou coisa que o valha - que ainda hoje estou em fase de recuperação. E, creio, estarei em estágio os próximos dias. Também irão servir para balanço - assim espero.

Será que chegou a altura de limpar, literalmente e não só, os armários?!?

publicado por K às 23:07

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)