Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Terça-feira, 07 de Setembro, 2010

Espero, sinceramente, que Portugal ganhe este jogo - se queremos chegar ao Europeu, só temos é de ganhar! senão, não vamos lá fazer nada e não merecemos, sequer, "andar a passear" - MESMO. Agora, o que eu também desejo (e não é de hoje) é que de uma vez por todas as coisas mudem. Esta história do Carlos Queiroz (é Queirós ou Queiroz?!?!) é vergonhosa e ilustra bem o que se passa na federação (liderança). Acham que estão a tratar de um clube de bairro?!?! (sem qualquer desprezo para os clubes de bairro, bem pelo contrário: têm todo o mérito de, sem quaisquer apoios, em muitos casos "acolherem" miúdos e tirá-los dos maus caminhos). Eu não sou defensora das opções tácticas do Professor. Nunca fui. Nem quando era treinador do meu clube. Mas, uma coisa é uma coisa. Se o contrataram e se o querem mandar embora, deixem-se de tretas (para não dizer palavrões) paguem o que lhe é devido. Não inventem histórias. Se deve ir embora? Cada vez mais: sim! Cada dia que passa é vergonhoso. Agora o primeiro a sair deverá ser o Sr. Gilberto Madaíl - e já vai tarde, com muitos anos de atraso! É que há já muito tempo (exemplo mundial Coreia-Japão... lembram-se?) o cheiro nauseabundo que emana daquele "órgão" que, supostamente, representa o nosso país é pior do que os elevadores do meu prédio quando lá andou o cão do meu vizinho.

O desnorte da equipa é (só) mais um sintoma. E depois admiram-se que haja tantos que não queiram ir.

Seja como for, insisto, não é desculpas. Nem que fosse a comer relva. Caramba! Estão a representar o país! Joguem! Tantos e tantos profissionais e amadores de outras modalidades com 90% menos de oportunidades conseguem muito mais. Tenham vergonha!

E sim, não devia ser só futebol...

publicado por K às 20:42

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)