Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quarta-feira, 01 de Setembro, 2010

Nem imaginam a cena que eu assisti. Imaginem a 2ª circular (neste caso sentido aeroporto-benfica, em frente a esse estádio que parece mal terminado e de há um ano e pouco para cá começou a ter publicidade no exterior, porque até então nada... para tentar compor a fachada de betão) em hora de ponta. Apesar de ainda não haver a confusão de trânsito habitual, de repente, todos os carros param. Ok, pensei eu, um deve ter havido um toque. Qual não é o meu espanto (até estava a falar ao telemóvel, naturalmente com auricular, e fiquei muda) quando constato o que se passava. Um rapaz dos seus vinte e muitos com uma bengala de madeira (percebi depois que era de uma carrinha porque estava com a porta escancarada) a sovar o motorista do carro que estava atrás dele (um senhor com idade para ser seu pai e que nem saiu do carro). Está tudo louco. Não sei se foi uma quezília originada ali, se já vem de trás. Quem terá razão. Nem quero saber. Sei que todos os carros limitavam-se a circundar os outros dois. Entretanto o senhor - que nunca chegou a sair do carro, apesar do outro o estar a sovar com a porta aberta (é por estas e por outras que eu ando sempre de portas trancadas) - arrancou dali para fora.

Está tudo louco. Estamos cada vez mais país de terceiro mundo. Sim, esta conjectura económica não auxilia. Mas... convenhamos! Fiquei mesmo estupefacta e sem qualquer reacção.

tags:
publicado por K às 08:44

K isto é típico do primeiro mundo. O egoísmo doentio, o não querer saber do outro....olhe quando andava para aí no meu primeiro ano de faculdade, fui assaltado às 18h horas,e toda a gente vendo o que se passava ninguém me ajudou. É assim. Olhe em Nova Iorque uma pessoa morreu na rua, e durante 3 dias esteve para ali abandonado. Não, não é próprio do III mundo o que nos descreve.....e Bom diiiiaaaaaaaaa
O a 1 de Setembro de 2010 às 11:03

Sou obrigada a discordar... é próprio de terceiro mundo (a cena que descrevi), mesmo que se passe em qualquer mundo (do primeiro ao terceiro)!!
Mas, é como diz: em todo o lado temos exemplos do bom e do mau. Mesmo em NY, Lisboa, etc. e tal.
K a 2 de Setembro de 2010 às 20:31

É de terceiro mundo, infelizmente.
Há pouco tempo, assisti a uma cena de violência psiquica entre um casal.
O jovem agrediu (não fisicamente) a namorada e deixou-a sozinha numa festa, Deveriam ser três ou quatro da manhã. Não suportei aquilo e fui levá-la a casa.
Conclusão: todos me chamaram de louca...
planetanuvem a 3 de Setembro de 2010 às 17:29


mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)