Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Terça-feira, 31 de Agosto, 2010

O humor é quase sempre um óptimo escape. Adoro recorrer a ele. E, creio, grande parte da população mundial tem o mesmo sentimento. Mais giro ainda é naquelas ocasiões onde a maior parte dos portugueses, aqueles mesmo sisudos, acha um sacrilégio... pois, eu não sou muito normal. O importante é que sou feliz assim - e cada dia que passa quero saber menos do que pensam os outros. Egoísta, dizem alguns, sensata dirão outros. Azareco!
Ainda há pouco, enquanto o médico me fazia um exame de rotina [a bem da herança genética tenho de, amiúde, fazer controlo para ver se tenho evolução em alguns "aspectos" que estão sob vigilância] ríamo-nos os dois a propósito das minhas marcas - a que eu chamo "imagem de marca". Dei por mim a pensar no caricato da situação. Ali estava eu a ser obervada e o "Shô Doutori" atentamente a prosseguir com o trabalho dele e ambos a levar a coisa com (bom) humor. Nem sempre é fácil, é certo, mas, já que temos que levar as coisas... porque não tentar, pelo menos, ver o lado positivo da questão?

tags:
publicado por K às 10:10

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)