Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quarta-feira, 18 de Agosto, 2010

No original Inception. Muito se irá escrever e comentar sobre este filme do realizador Christopher Nolan. O Leonardo DiCaprio vai muito bem - creio que já ninguém duvida das capacidades excelentes de actor, apesar de não fazer o meu género, em termos de beleza. É um filme empolgante, capaz de nos prender a atenção desde os primeiros minutos - e é daqueles que não convém perder um só segundo (que se poderá tornar num ano ou em 10).

 

 

ATENÇÃO:

A parte que se segue tem "spoilers" - leiam se quiserem, mas depois não se queixem!

 

 

 

 

 

Tenho a minha teoria sobre o assunto. Para mim, tudo é um sonho da Mal interpretada pela actriz Marion Cotillard (também entrou, entre outros, no filme Nine). E porquê? E... por que não? Ora bem, porque raio andará o Cobb (Leonardo DiCaprio) com o amuleto da Mal? Supostamente o amuleto é só daquela personagem, é a tal forma de sabermos se estamos num sonho... ou não! Sim, eu sei que ele, Cobb, foi buscar o amuleto ao cofre. Mas, porque iria a Mal colocar lá o amuleto? De acordo com as informações transmitidas no filme, o amuleto é algo só daquela personagem, fica sempre com elas e nem deixam que mais ninguém toque nele. Logo... há ali qualquer coisa que não joga.

Teoria da K., vale o que vale, como sempre! Mas, até ver... é a minha opinião!

Gostei de algumas ideias. Outras (ainda) não fazem muito sentido. Por exemplo: os miúdos estão sempre na mesma idade. Será que existem mesmo?

tags:
publicado por K às 13:30

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)