Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Sexta-feira, 30 de Julho, 2010

Continua a moinha do calhau mas, até ver, vai-se levando.
Final de tarde excelente, deste vez resolvemos ir experimentar os caracóis no Eduardo das Conquilhas, na Parede. O gang, desta vez em versão revista e aumentada (vieram, para além dos habituais, a P - mulher do ZM - e os filhos G&M) foi quase unânime: os de Alcântara, continuam, a ser os melhores.

De lá, já noite, fui ter com outro gang: o das meninas. Estavam reunidas em Campo de Ourique. A T está uma grávida linda, linda. Foi giro estar a falar com o P, relativamente à preocupação dele em achar que com o filho (ou filha) não pode fazer o papel que costuma fazer com os filhos dos outros do "disparatado" e "brincalhão". Segundo ele, alguém tem de fazer isso por ele, o papel dele é outro. Não concordo inteiramente com isso - e disse-o - não acho que ele tenha de ser diametralmente diferente do que é. Sim, naturalmente que é essencial traçar o limite e deixar a criança saber qual é. Mas não precisa de ser um pai "careta". A M. também está grávida, de um Francisco. É giro.

tags:
publicado por K às 07:15

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)