Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quarta-feira, 14 de Julho, 2010

É absolutamente vergonhoso, escandaloso!!! Ainda estou estupefacta com a notícia que o record on-line divulga. Diz que a participação de Portugal no mundial traduziu-se num prejuízo de 1 milhão de euros, porque apesar de termos chegado aos oitavos de final, entre (os balúrdios) os pagamentos / prémio aos jogadores e equipa técnica (prémios pela excelente prestação que demonstraram, está claro), a somar a todas as despesas da maior comitiva de sempre, também durante a fase de preparação... É vergonhoso. Não só porque, creio, não merecem como, numa altura como esta, em que o país apresenta uma crise gravíssima, tudo isto chega a ser insultuoso. Faz-me lembrar os países de terceiro mundo: há os desgraçados que se esfalfam a trabalhar, sem ter a "devida" compensação financeira (perante o custo médio de vida) e há os que gastam para além das possibilidades, não há qualquer gestão, ninguém é responsabilizado por nada... Alguém paga, alguém vai pagar, mais tarde ou mais cedo. Vergonha! Eu tinha vergonha!

Ainda me questiono por que será que este tipo de notícias me surpreende (pela negativa) tanto. Não deveria estar habituada a isto? Sim, infelizmente, casos semelhantes de despesismo não controlado, para que, depois, "alguém" (os Portugueses, directa ou indirectamente) venha pagar são uma constante no nosso país. Depois penso que, na volta, ainda tenho uma leve (levíssima) esperança que algum dia, quem sabe, a história mude. Deve ser por isso que ainda me surpreendo. Mais do que isso, fico profundamente irritada. Não há quem ponha mão nisto?

publicado por K às 08:35

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)