Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Terça-feira, 06 de Julho, 2010

Gosto de exemplos (dos bons, claro está) a seguir. Já vos tinha falado dela. Alguém que me é muito querido. Por diversas razões, que agora não vêm ao caso, interrompeu o curso durante quase 30 anos. Resolveu retomá-lo, não porque "precisasse" em termos profissionais, mas, essencialmente, porque sentia que tinha deixado algo por concretizar. Um sonho que tinha, quase, quase, morrido na praia. Então, resolveu retomar a formação. Agora com 60 anos (quase), já avó, terminou, hoje, o curso com 17 valores. Pelo meio continuou na vida profissional atarefada, sempre de um lado para o outro, a pessoal, naturalmente, também.

Não devemos, nunca, jamais, em tempo algum, abandonar os nossos sonhos. Poderemos, por imposições da vida, colocá-los em "banho maria", deixá-los a marinar, "sugaditos". Mas, assim que pudermos, vamos resolver as pontas soltas e... retomar o rumo que tínhamos traçado.

Parabéns à PC e a todos os que não baixam os braços e vão até ao fim para concretizar os sonhos.

tags:
publicado por K às 23:28

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)