Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Segunda-feira, 21 de Junho, 2010

Aviso, contrariamente ao que é habitual, este post tem SPOILERS.

Sabia que as críticas eram muito más, antes de ter ido ver o filme - mesmo sem ter lido qualquer que fosse. Sim, eu sou daquelas que nunca lê nada sobre filme nenhum antes. Porquê? Porque ao ler, conseguem, sempre, mas sempre, "estragar-me" o filme. Vai daí, há muitos anos a esta parte, é assim. Só leio as críticas depois (quando leio) - no entanto, insisti que iria vê-lo.

Se o primeiro filme parecia que tinham colado uns 10 episódios em duas horas, com tanta peripécia e acontecimentos, dando a ideia que, efectivamente, o filme era a celebração de tantos anos na televisão. Fiquei com a ideia que o argumento, guarda-roupa, etc. e tal tinham sido preparados ao milímetro. Neste, fiquei com a sensação que foi um despejar. Um despejar de tudo:
- roupinhas: durante a série sempre foi um desfile, no entanto, creio que agora houve um certo exagero. Mais parecia que estávamos em vários desfiles. Mesmo. Mas, até poderia passar para segundo plano este aspecto.
- elenco: para além dos habitués, foram desencatar ao baú 2 personagens que aparecerem durante uns míseros minutinhos, quase sem qualquer tipo de contribuição para a história. Será que foram buscá-los apenas e só porque são lindossss? O número da Liza Minnelli achei bastante giro, mais a mais foi logo no início do filme. E até cheguei a pensar que a coisa prometia (mesmo com o penteado da Carrie nessa altura: mais parecia que ía para um festival reggie, em vez de um casamento, mas isso devo ser eu). Mas, como a "coisa" vai esmorecendo, no final, creio, já ninguém se  lembra.
- história: tenho de admitir que fico muito aquém, mesmo. Nem a tentativa de levar a trupe para fora de New York resultou. Creio que foi a maior falha, sem sombra de dúvida, o argumento muito mauzinho.
dá ideia que tentaram passar para duas horas o que habitualmente passava, na televisão, em meia-hora.

Eu que sou uma grande fã da série, lamentavelmente, não vim nada convencida. Do género, dificilmente irei comprar o filme. Mas, se calhar, deve ser por andar em fase meia atravessada. Deve ser por isso.
Ah! E que raio é que a Samantha colocou na cara? Botox?!?! Perdeu quase todas as expressões faciais.

tags:
publicado por K às 07:12

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)