Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quinta-feira, 17 de Junho, 2010

Tenho-me, deliberadamente, escusado a "referir" (*) o estado (calamitoso) que se encontra o nosso país. Cada decisão tomada fico com a sensação que, uma vez mais, não estamos a resolver o problema, bem pelo contrário, caminhamos, a passos largos, para o precipício - parece que estão a enterrar a cabeça na areia, à espera que passe a tempestade. Depois ainda fico mais irritada quando tentam atirar-nos areia para os olhos, quando afirmam que estas medidas já chegam para cumprir os objectivos. Mas, querem enganar quem, mesmo? Ah e por favor, expliquem-me como se eu fosse muito burrinha:
- Como se justificam, em tempo de austeridade, os gastos escandalosos e obscenos, que algumas autarquias andaram a fazer? Não se lhes pede "contas"? Andamos sempre a pagar para os outros esbanjarem?
- Em que medida o TGV e mais auto-estradas (deve ser para serem todos fantasmas) irá, efectivamente, melhorar a nossa condição económica
- ...
(poderia estar aqui a manhã inteira, mas alguém tem de levar o país para a frente. Sim, eu faço a minha parte, como, também sei, muitos Portugueses fazem. Só lamento que a nossa classe política - de todos os quadrantes - dê tão maus exemplos).

Mas, estamos em época de mundial, o povo é sereno. A seguir vêm as férias, vamos inundar os telejornais com fogos florestais e outras coisas que tais. Depois recomeça o campeonato de futebol e o "Tuga" irá continuar entretido. Daqui a nada estamos no Natal. E assim vamos levando, neste país fantástico.

 

(*) tantas vezes quantas me cruza o pensamento

tags:
publicado por K às 08:47

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)