Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quarta-feira, 16 de Junho, 2010

Esta sensação que desde ontem me invadiu e não mais saiu (sim, sim, depois de ter estado contigo). Não é nada bom sinal. Isto depois do retiro do fim-de-semana. E após quase uma semana sem nos termos visto. Não me gusta mesmo nada. Desconheço se já será influência do (bendito - e não, não estou a ser irónica) livro que a SN me recomendou e que desde que a amazon mo entregou não consigo parar de ler - em Portugal estava esgotado e a editora não prevê voltar a lança-lo, pelo que, graças a todas as modernices, veio directamente de terras de sua magestade). Agora, creio, feliz ou infelizmente, que não haverá coincidências entre o meu comportamento antes e depois. Sim, não te apoquentes, a questão está (e estará sempre) focada em mim - quem mais interessa? - o "problema" não serás tu. A ver vamos. Só sei que não me agrada estes sentimentos e, temo, não auguram nada de bom (quer parecer-me).

publicado por K às 16:24

qual é o livro?
Shadow a 16 de Junho de 2010 às 20:38


mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)