Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Domingo, 08 de Fevereiro, 2009

Foi um fim-de-semana "intenso", ou melhor, "de borga", como há muito não tinha. O meu final de dia de 6ªFeira não foi grande coisa, em termos de trabalho, para não dizer que foi, mesmo uma grande #$%##. Assim, foi com uma necessidade absoluta em divertir-me que entrei pela noite de 6ªFeira. Fui sair à noite com um grupo (que apesar de não ser o meu grupo de amigas e ter percebido que, pelo menos com uma delas, não tenho grande afinidade), consegui os meus objectivos: dancei com muita vontade (a música, anos 80, obviamente que ajudou), como há uns tempos não fazia. Cheguei a casa às cinco da manhã, eh eh. Sábado, depois da ida aos pais, a coisa também foi de "festa". Depois de um jantar com o grupo da "formação", está agora a fazer um ano quenos conhecemos, os resistentes fomos até ao bairro. Continua mais ou menos na mesma. Agora com uma diferença: a partir das 02h correm, ou melhor, varrem, com as pessoas do bairro: ala que se faz tarde. Compreendo que os moradores queiram dormir... mas não deixa de ser caricato. A noite terminou numa discoteca (que também há muito não ía, e que ao que parece "reabriu" há pouco tempo), onde, mais uma vez, com a música que eu gosto... foi dançar mais uma noite. Coitado do A., o único resistente, é que teve de me aturar... enfim... Hoje, vegetei o dia inteiro em casa. É que nem me apeteceu ir buscar o carro (ontem não estava muito bem para o trazer). O que significa que amanhã vou ter de acordar muito cedo para o ir buscar. Azareco. Foi um fim-de-semana com saldo positivo. Sem dúvida. Mesmo com a minha percepção que já não tenho muita pachorra para algumas coisas da noite, nem vontade de aturar outras. Isto é, não me cheira que volte a sair com a assiduidade que aqui há uns anos fazia. Estou a ficar velhota, mas acho que não é só isso. Há alturas para tudo, na vida. O tempo de sair todas as noites, dançar até cair para o lado... já lá vai. Não quer dizer que, de vez em quando, não o faça, obviamente. Amanhã é outro dia de trabalho. Avizinha-se uma reunião muito complicada com o meu chefe. E uma visita a um cliente muito interessante. Claro, para além de mais uma aula de D.

publicado por K às 21:31

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)