Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Terça-feira, 08 de Junho, 2010

Por de lado a tristeza, arregaçar as mangas e por mãos-à-obra, que é como quem diz, retomar o trabalho (ontem foi feriado municipal, por isso, foi dia de folga - e ainda bem, porque, sinceramente, não tinha cabeça para pensar em nada, nada!). É preciso. Ninguém diz que é fácil, que não custa - horrores!. Mas é preciso. E os próximos dias serão bastante complicados. Porque se já o eram em termos de quantidade de situações a que tenho de atender (e que me "obrigaram" a adiar as férias), agora temos as partes complicadas de velórios e funerais. E parece que sou eu quem mais sofre com isso. Para além dos afectados mais directamente, há quem esteja, também e ainda, bastante consternado. Os meus pais, por exemplo, desde que souberam que quase não têm dormido.
Bem, agora vou tentar não pensar mais na "coisa" - o trabalho também é bom para isso: ajuda-nos a distrair (desde que não me venham "chatear" com tretas) - e ver se consigo adiantar bastante.

publicado por K às 08:29

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)