Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quarta-feira, 02 de Junho, 2010

Acabei de suicidar os meus dias de férias da próxima semana. Porquê? O de sempre: pouco trabalho entre mãos que justifica abdicar de uns merecidos dias de descanso. Mais a mais, depois do terrível mês de Maio. Sim, claro que prezo os meus deveres. Mas, irrita-me que, constantemente, eu própria (a minha pior inimiga) boicote a minha vida pessoal. Mais a mais, quando não só não reconhecem, como ainda quase que nos crucificam. Não, não é normal. Ou então sou eu. Ninguém me dirija palavra nas próximas horas, enquanto não me passar esta irritação. O que ía agora eram uns valentes murros num saco de boxe (por acaso, no outro dia, vi um artigo / semi-equipamento, a propósito deste "descarregar-de-mau-feitio-transformado-em-agressão-na-atmosfera" bastante interessante à venda. Não fora tão caro e já o teria comprado). Depois não digam que eu não avisei!

tags:
publicado por K às 11:25

Há dias assim... Eu também quero esquecer o mês de Maio que foi esgotante e precisava mesmo de umas férias :) Aproveito o fds na praia e tu faz o mesmo :) Beijinho grande :)
sónia a 2 de Junho de 2010 às 13:46

beijinho GRANDE!!!
K a 2 de Junho de 2010 às 16:05


mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)