Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Terça-feira, 01 de Junho, 2010

Não me venhas com cenas dessas. Nunca tive e não é agora (a caminhar para velha) que vou ter paciência. Lamento. Cenas de ciúmes, mesmo que semi-camufladas, onde é que já se viu! E também não tenho de levar com o teu mau feitio por causa disso (por maioria de razão). Boa? Não foi isso que combinamos. Certo? Lembras-te? Cheira-me que isso é de comeres tanto queijo de cabra. Penso eu de que. Deixa-te de tretas. Nem tu tens feitio para isso, só tens é de por a mão na consciência e, facilmente, vais concluir isso mesmo. Vá... eu espero aqui três minutos enquanto o fazes. (1... 2... 2 e meio... 3!) Já está? Boaaaa! Vês como eu tinha razão (como se alguma vez não tivesse, eu sei!).

Nota: contrariamente ao que o mais comum dos mortais possa pensar... este post não tem a ver com assuntos "do campo amoroso" (não nesse nível).

publicado por K às 13:56

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)