Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quinta-feira, 27 de Maio, 2010

Poderia ser muita coisa, mas é o título de um filme, cuja ante-estreia acabei de ver. No original "Le premier jour du rest de ta vie". Mistura de comédia com drama. Conflito de gerações de uma família. O desentendimento, clássico, entre pais e filhos. O proteccionismo dos irmãos. A rotina do casamento. Está lá tudo. Nada é novidade. No entanto (e sim, resolvi não estragar "a coisa", porque há por aí muita (muita?) alminha que vai ver o filme, logo, não vamos desvendar tudo...) a forma como são apresentadas as situações consegue que soltemos umas tantas gargalhadas e é bem sucedido, igualmente, numa ou outra passagem - talvez menos óbvia para alguns - ao deixar-nos comovidos. São cenas do quotidiano de uma família "banal". Gostei bastante. Saí com uma sensação de leveza. Sim, fiquei a pensar em algumas coisas, absolutamente. E adoro quando isso sucede.

E... será que hoje é "o primeiro dia do resto da tua vida"?

tags:
publicado por K às 00:07

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)