Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Segunda-feira, 17 de Maio, 2010

Eu sabia que Maio ía ser um mês terrível, nunca pensei que fosse tanto. Hoje (parece-me que já é 4ª Feira), ainda para mais como passei o dia a dar formação, com o que não tinha dormido, estou, oficialmente de rastos. Ainda tinha uma coisas para ver, mas não dá. Hoje já dei. Não tarda vou deitar-me, sim, mesmo antes do sol se por - já não me recordo da última vez que fiz semelhante coisa.

Ah, sim, apesar de tudo isto, ainda fui brindada pelo costume, o que me indispõe mais ainda. Questiona-mo-nos até quando irá durar esta (minha) idiotice? Pérolas a porcos? Será que vale mesmo a pena? Não só não apreciam, como ainda nos vêm cobrar outras coisas. Não há paciência. Ainda para mais não tendo dormido. Sim, cobarde. Continuo a ser uma cobardolas. E de rastos, ainda por cima!

A juntar a isto tudo soube de uma notícia muito desconcertante para um amigo (naturalmente se um amigo não está bem, nós também não ficamos melhor): o pai dele morreu, assim de repente, durante a noite. Só hoje de manhã o descobriram - pânico! Ainda para mais quando é a mãe que tem estado bastante mal - eu sei que isto escrito assim soa mal, o que quero dizer (nesta minha maneira atabalhoada do costume, ainda para mais sem ter dormido e estando completamente exausta) é que, de certa forma, ele com a mãe já está, pouco mais ou menos (nunca estamos) preparado. Para o pai, nem pensar! Um grande beijinho para o ZM e muita, muita força!

E, agora, vão-me desculpar, mas está ali a minha caminha a chamar por mim e... vou até lá ver o que ela tem para me dizer e que sonhos tem guardado para mim.

tags: ,
publicado por K às 19:46

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)