Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Terça-feira, 20 de Abril, 2010

Ontem fui ao estádio ver o Sporting fingir que jogava à bola com o Setúbal. Felizmente que a minha companhia foi excelente, porque, os meninos portaram-se muito mal. Mais parecia que nos queriam adormecer. Havia um ou outro que queria imprimir algum ritmo de jogo, mas os colegas permaneciam pregados ao chão e insistiam naquela forma de jogar, absolutamente, fabulástica que dá pelo nome de "somos uma equipa, todos temos de tocar na bola. Como tal, vamos andar para aqui a trocar a bola entre nós". E... será que alguém já explicou, com calma, recorrendo a ilustrações, simples, como se estivessemos a falar com o meu sobrinho de quase três anos, a estas alminhas que o jogo ganha-se marcando golos? E, para tal, tem de se rematar à baliza? Tempo de posse de bola e andar a trocar a bola, calmamente, entre os colegas não dá direito a pontos extra. Se calhar os coitadinhos ainda não sabem. Ah e convém também que defendam. É que se o adversário consegue essa proeza de marcar mais golos do que a nossa equipa, são eles que ganham o jogo. Eu sei que parece complicado, explicado assim, desta maneira. Mas se voltarem a ler, com atenção, irão conseguir atingir o objectivo deste jogo. Acabei de saber (li no sapo) que, supostamente, já temos treinador para a próxima época, Paulo Sérgio, actualmente está a treinar o Vitória de Guimarães (e ainda ameaçou ultrapassar-nos). Querem saber o que eu acho? É triste que uma equipa que, este ano, aqueles mesmos caramelos, já deu provas que é capaz de jogar à bola e bem, que ganham balúrdios (e numa altura de crise como esta), que deveria ter um orgulho enorme em vestir a camisola do clube - bolas, afinal, é o trabalho deles! - depois tenha prestações como, infelizmente na maior parte dos jogos este ano, a de ontem. Desilusão pura. Se acho que o novo treinador vem resolver a questão? Não sei, infelizmente não percebo o suficiente de bola para ter opinião. Uma coisa é certa: seja quem for (e na impossibilidade de mandar grande parte destes meninos embora e fazer uma equipa de raiz), terá de ter pulso firme, por os meninos a jogar, à séria. Caramba! Joguem à bola. Deixem-se de tretas. Nada de fitas!

tags:
publicado por K às 08:32

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)