Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Segunda-feira, 19 de Abril, 2010

Por mil e uma razões, mais uma, o dia ganhou uma cor imensa, fabulástica. Tenho vontade de saltar e pular, mas, infelizmente, tenho de me conter (isto porque, ainda estou no meu local de trabalho: descobri esta maravilha de postar por e-mail... do melhor! é como se estivesse a mandar um e-mail para a blogosfera). E porquê? Por motivos profissionais e, à partida por pessoais também. Sobre estes últimos ainda não há confirmação - quando houver novidades eu aviso. Não obstante, a coisa está muito bem encaminhada, nos dois níveis. Então, se ainda não há certezas, porquê tanto contentamento? Pareces parva, K. Sim, sou meia tótó, mas só meia. É que depois da dita reunião (e também relacionado com esse post), parece que, afinal, há boas notícias. Parece que, em breve, vou (re)visitar uma capital europeia (a propósito do trabalho em causa) que há muito quero voltar. Espero e desejo que seja verdade. É que a ser... vou já alterar alguns dos meus dias de férias. Como vou conseguir recuperar, financeiramente até lá... desconheço, mas não há de ser nada e, no final, tudo se resolve.

publicado por K às 15:37

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)