Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quinta-feira, 01 de Abril, 2010

realmente irritante é o gesto que algumas pessoas teimam em fazer para tirar a caspa que têm sobre os ombros. Estão a ver qual é? Passam a mão (direita ou esquerda, não interessa) pelos ombros e vá de sacudir a bela da caspa, e vão de um lado ao outro. Tenham dó! Sim, pode ter origem nervosa e blá, blá, blá. Comprem um bom champô. - Está-se mesmo a ver que com este post alguma alminha vai rogar-me uma praga para eu ter um ataque de caspa daqueles impossíveis - Façam tratamento. Vivam em paz com a caspa (não acho boa ideia, mas cada um sabe de si). Agora, deixem-se de andar a espalhar a caspa como se fosse neve artificial comprada na loja chinoca da esquina. Estamos combinados?

tags:
publicado por K às 07:30

Ai...olha que isso não é bem assim...há quem tenha problemas hormonais..e garanto-te que nem com um bom anti-caspa se resolve:s
Eu faço isso e lamento vou continuar a fazer...detesto ver o casaco parecer uma árvore com neve:S
Maria a 5 de Abril de 2010 às 10:35

acredito que existam mil e uma explicações. Mas não te estou a ver (era esse o propósito do post) a meio de uma reunião ou numa simples conversa, começares a fazer os gestos que referi de limpar a caspa nos ombros - isso sim, é um tudo nada irritante! :P
K a 5 de Abril de 2010 às 10:44


mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)