Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quarta-feira, 31 de Março, 2010

Estou a ter um dia de merda - não há outro termo - que, apenas, se veio juntar aos restantes dias passados desta semana. E, sim, estou a referir-me em termos profissionais. Eu sabia, quando fui de férias, que estes dias iam ser de fugir. Tinha essa consciência (e até pensei que seria uma boa forma de enfrentá-los - o ir de férias). Nem imagino como estaria a aguentá-los (a estes dias) se não tivesse tido aquelas semanas fantásticas. É que está a ser do pior. E sim, sei que me queixo muito - faz parte do "figurino" - mas, creio, com alguma razão de ser. Hoje a minha manhã (a reunião com o cliente iniciou pouco depois das 09h e só terminou às 14h, sim, sem pausas - escusado será dizer que saí de lá com a cabeça em água) foi completamente surreal. No mínimo. Tenho de aturar cada maluco! Será que eles pensam que sou namorada / mulher (ou pior... mãe) deles? É que não há paciência para uma série de coisas. O faz e desfaz. O não diz nada durante não sei-quantos-dias e depois, afinal estive a pensar e isto ficava melhor assim. Se tem algum impacto? Coisa pouca... é quase refazer não-sei-quantas-páginas. Pachorra? Não há. Naturalmente, que sem perder a paciência (não posso, não devo e não o faço), por vezes, tento fazer ver-lhes que, nem sempre essa é a melhor opção. Outras vezes, tenho de admitir, vencem-me pelo cansaço (apesar de não ser pera doce). Mas desgasta muito. E depois há os que parecem miúdos de quatro anos a fazerem birra. Juro! O que é pior... é que os próximos dias (sim, vou trabalhar no feriado, pelo menos em parte do dia) e as próximas semanas vão ser igualmente más - se não forem piores. Não, não estou a ser demasiado negativista. Realista. Onde vou arranjar nervos (de aço?) para aguentar uma série de coisas; forças para fazer o (IMENSO) que há ainda pela frente; ânimo para, com as poucas horas que irei dormir, conseguir dar conta de tudo;... estão a ver o filme?
Isto tudo a juntar ao meu muito bom humor que, de há uns dias a esta parte resolveu instalar-se por estes lados... o cenário dantesco fica completo. Vou ver se selecciono a banda sonora adequada. Tubarão? E tudo o vento levou? Exerminador Implacável? Sexta-feira 13? Aceitam-se sugestões.
Fica, desde já, o aviso à navegação: é provável que, nos próximos dias este blog seja invadido (ainda mais, é certo) pela veia viperina mais azeda que alguma vez possuí. Quer parecer-me que estará, especialmente, estimulada.

[for the record, para que não haja qualquer mal entendido: ADORO o meu trabalho, acho mesmo estimulante, agora ele há alturas em que os compromissos são tantos, o volume a que tenho de dar resposta é de tal forma enorme (e por vezes bastante complexo também), aliado a alguns contratempos (que fazem, parte, eu sei), que, por vezes, deixam-me com este meu ar rezingão.]

publicado por K às 17:58

Portanto, quase vida de Professora... com a diferença que mudas de "sala" todos os dias lol
Shadow a 31 de Março de 2010 às 19:57

É mais ou menos isso. E também tenho alunos diferentes quase todos os dias, alguns (às vezes), bastante... (como dizer isto?) criançolas ;)
K a 31 de Março de 2010 às 20:10

Olá adorei tua linha de raciocino,Gostei bastante de teu blog e tuas ideias expostas, batem muito com as minhas. Esta lindo. beijo ;)

obrigada! :)
K a 4 de Abril de 2010 às 23:22


mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)