Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Segunda-feira, 12 de Janeiro, 2009

Depois de um fim-de-semana de retiro, caseiro mesmo, eis-me de volta à labuta.

Só me chateia é que não tenha conseguido por, de vez, tudo como queria. Eu sei que leva tempo... mas não vejo a hora de ficar tudo no sítio, incluindo a papelada.

Já me apercebi que as portas da estante vão ser um grande pincel para montar. Não que seja complicado, mas requer paciência para que fiquem "direitinhas"... não há de ser nada.

E mesmo que não tenha fins-de-semana de retiro (porque enfim, há compromissos a satisfazer e não vou ficar reclusa), hei-de conseguir por tudo no lugar, de uma vez por todas. Este fds a coisa levou uma grande volta, mesmo! Incluindo a sala voltar "à nova normalidade" depois de retirada a árvore de Natal que regressou à arrecadação.

 

Mais uma ficha, mais uma volta na semana de trabalho. Esta vai ser complicada, com uma série de coisas que tenho de terminar... :(

 

Hoje à noite... nível 01 aqui vou eu!

 

A minha mãe lá está. Ora tem muitas dores, ora assim-assim. Parece que é desta que concluíram que não lhe podem tirar a medicação, caso contrário é que não recupera mesmo. Faz-me confusão não haver prognósticos relativamente ao tempo que vai demorar a recuperar. "Depende de doente para doente". Sim, senhor. Mas uma estimativa... não há? Tipo: 1 mês? 2 meses? 3? Só para ficarmos com uma ideia... era bom. Sempre dava para fazer um "contdown" no calendário.

 

A ver se é esta semana que o banco (finalmente!!!) tem o contracto em meu nome, para, de uma vez por todas, arrumar o assunto. É impressionante o tempo que estão a demorar. E eu sem paciência nenhuma para infantilidades. Mesmo!

publicado por K às 13:34

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)