Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quarta-feira, 07 de Janeiro, 2009

Não entendo.

Não sou médica, é certo, mas não entendo.

Cada vez que os médicos resolvem reduzir os comprimidos para as dores, a minha mãe deixa de estar "bem". Basicamente é dor é de tal forma insuportável que ela nem consegue andar.

Depois entendem que têm de voltar à dose (e ao tipo de comprimidos) que tomava antes de terem reduzido. Claro que entre pára e recomeça... o ânimo não é o melhor, para além de perder a mobilidade (muito reduzida) que tinha atingido... ou seja, está sempre a recomeçar o processo.

É verdade que já é muito bom estar em casa, sem dúvida.

 

Hoje foi um fisioterapeuta lá a casa e diz que, pelo menos para já, nada mais há a fazer. É aguardar que os tecidos (e tudo o resto) recuperem. E continuar com os exercícios que está a fazer (muito básicos e que não necessitam de acompanhamento de especialista). Tentando recuperar a mobilidade. Que vai demorar tempo. Mas que acredita que a recuperação total é possivel (espero bem que sim).

 

Não é animador... mas, por outro lado, deixa-me mais aliviada. Já são dois especialistas com a mesma opinião. Quem espera desespera... E já faz algum tempo que andamos nisto da recuperação a nível da mobilidade.

A ver vamos.

tags:
publicado por K às 20:32

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)