Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Domingo, 21 de Setembro, 2008

Para quem ía ter o Verão mais quente dos últimos anos... cadê ele?

Estamos a aproximar-mo-nos vertiginosamente do Inverno... primeiro ainda vem o Outono... dizem...

A verdade é que com esta coisa das alterações climáticas, dá ideia que ficámos, de vez, sem as nossas 4 típicas estações do ano. Uma mudança como outra qualquer - digo eu, cinicamente, ou talvez não, visto que nos últimos tempos... mudanças é comigo mesmo!

Isto, para uma leiga como eu, dá ideia que: há anos que só temos quase "Inverno e Verão". Depois ele há outros que só somos brindados por "Primavera e Outono".

Enfim, geralmente, eu gosto de tudo. Do frio do inverno, que nos obriga a agasalhar. Acho menos piada que as nossas casas não tenham condições para essas temperaturas... pior são os sem abrigo, sem dúvida. Inverno rima com Natal - este ano o meu será algo peculiar... mas cá estaremos - espírito natalício (e não estou a falar do consumismo que tem vingado, e muito, nos últimos tempos)...

Primavera rima com os dias solarengos, alguma chuva que nessa altura já não tem tanta piada, porque estamos fartos dela, com a esperança de que de seguida virá o Verão, começamos a usar roupas mais leves... começamos a sair da "neura" que alguns dias de Inverno nos impuseram.

Verão é calor, praia, dias intermináveis, bebidas frescas, roupa igualmente fresca... é uindo.

Outono começam as chuvas - as primeiras são absolutamente deliciosas. Adoro o cheiro da terra acabadinha de ser molhada. Os dias começam a ficar mais pequenos, cinzentões, os dias de neura começam a chegar - atingem o seu auge no Inverno.

Da maneira como eu ando nos últimos dias... acho que estou no hemisfério errado.

A bem da minha saúde mental, deveria, qui ça, passar uns tempos largos no hemisfério sul. Assim no Brasil, Argentina, Chile, Austrália, Nova Zelândia... pelo menos não tinha (mais) pretextos para ter dias "não". Como o euromilhões não quer nada comigo e com a contenção de despesas a que ando... vou ter mesmo de ficar por cá.

Ou seja... vou ter de fazer (mais) um esforço adicional, para não me deixar levar pela melancolia dos dias que se aproximam. Sim, porque a juntar a alguns dias "não" que tenho tido... havia de ser do melhor, mesmo.

Decisão: Vou imaginar que estamos agora a sair do Inverno. Mesmo com os dias cinzentões a chegar, vou imaginar que estamos em pleno final de Março. A nossa cabeça é do melhor... vou conseguir.

Claro que vou ter de utilizar roupa, minimamente adequada às intempéries exteriores... never the less... não é habitual dizer-se que "o que conta é o interior". Neste caso, interessa o que eu imagino.

Não, não estou a ficar louca. Acho.

Estou, apenas, a tentar levar um dia de cada vez, com calma, tentado reerguer e retomar o meu rumo. Momentaneamente sofri um pequeno problema técnico. Que me forçou a uma paragem. Estou em reparações (não sei se foi motor, embraiagem, ainda estou à espera do relatório final de diagnóstico). Em breve estarei em condições de prosseguir e, quando olhar para o lado, já estou em plena velocidade de cruzeiro.

Ahhh pois é, me aguardem.

tags:
publicado por K às 12:20

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)