Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quinta-feira, 31 de Dezembro, 2009

Vi-o há pouco (sim, lamento, mas tive um convite e não consegui recusar). Como já sucedeu com outros filmes do Cameron (desculpem, eu sei que não sou normal por achar isto, mas o que querem que vos faça? Somos todos diferentes) não pude deixar de pensar: não eram precisos tantos minutos para transmitir a história, os efeitos especiais e tudo e tudo e tudo. Sinceramente, acho um exagero. Sim, criou tudo (ou quase) de novo. Os efeitos especiais são qualquer coisa de indescritível. Assim como a capacidade imaginativa de quem idealizou tudo. Desculpem se vou estragar alguma coisa: mas o senhor dos anéis mete o avatar num cantinho. E, atenção, eu gostei do filme que acabei de ver. Mas...
Neste caso é tudo demasiado idílico para o meu gosto. Tudo demasiado perfeito (e estou a referir-me, apenas a uma dada espécie e mais não digo para não estragar). Mas continuo a afirmar que tiro o chapéu a quem idealizou TUDO. Mesmo TUDO!!!

P.S.: Se puderem vejam em 3D

tags:
publicado por K às 01:37

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)