Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quinta-feira, 11 de Dezembro, 2008

Hoje tive uma excelente notícia: de acordo com os resultados (que tardaram em sair), o cancro da minha mãe não passou para mais nenhum órgão. São excelentes notícias e era o que estavamos a precisar.

A recuperação continua a ser muito lenta. Ela ainda tem muitas dores (e custa-lhe imenso andar, com a questão do médico ter tirado, por precaução, uma parte do osso - que "não faz falta nenhuma"). Agora tem de ter paciência, calma, até que tudo cicatrize.

Estamos mais animados, porque estavamos com o coração nas mãos.

At last, uma boa notícia.

 

Para quem não tem nada para fazer e, por falar em boas notícias, sugiro uma saltada ao blog do Markl onde ele descreve a felicidade que o percorre por estes dias com a gravidez da namorada. Lindo. Pode até ser "piroso", mas isso não interessa mesmo nada. Vê-se que foi escrito com o coração e isso é o que interessa.

 

publicado por K às 21:59

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)