Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quarta-feira, 02 de Dezembro, 2009

Quando a irreverência roça a imbecilidade chegámos ao ponto (de não retorno) em que eu me afasto da discussão. Neste caso tudo se desenrolou por e-mail, com um colega da empresa onde trabalho. O caramelo (acreditem que estou a ser muito "suave" no adjectivo), envia um e-mail que de cima a baixo não tem ponta por onde se aproveite. Quando confrontado com alguns dos assuntos aí tratados, desconversa, não esclarece as questões que eu levanto e... insiste, durante as trocas de e-mail, no mesmo registo.
Há malta que ou nasceu para embirrar, ou, efectivamente, teve azar quando foi o dia de distribuição de inteligência ou é simplesmente parvo (para não chamar nomes piores).
Como se eu não tivesse mais nada que fazer do que andar a trocar e-mails com sua excelência - creio que ele acha-se o supra-sumo (deve ser da batata frita que foi congelada, descongelada e voltada a congelar) - ainda para mais quando nem se digna a responder às dúvidas que eu coloco.
Gaijos!

publicado por K às 14:44

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)