Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Domingo, 23 de Novembro, 2008

Acabei de chegar do hospital - vim mais cedo porque tenho de trabalhar :(

Hoje a minha mãe não estava grande coisa. O que me deixa, naturalmente, em baixo e com o coração nas mãos.

Era bom que ela melhorasse depressa e deixasse de sofrer.

Dói-nos (a mim e ao meu pai) tanto estar a assistir ao sofrimento dela.

Eu sei que ela vai melhorar - isto são os órgãos (em especial os intestinos) que já não estavam habituados a trabalhar. Desde ontem que passou a "alimentar-se". Tenho a certeza. O pior é enquanto ela não melhora.

 

São estas alturas em que nos sentimos mesmo muito pequeninos e completamente impotentes que damos valor à vida. Às coisas boas.

Mãe, estou a torcer por si (eu e muita gente que gosta muito de si e lhe quer muito bem). Muita, muita força. 

tags:
publicado por K às 16:14

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)